Acidente de moto na BR 316 tira a vida de mais um bonjardinense

vitima ainda no local - foto divulgada
em grupos do WhatsApp
No ultimo sábado, 24/01/2015 aconteceu mais um acidente com vitima fatal na BR 316, o fato ocorreu por volta das 20hs30min e tirou a vida de um homem identificado inicialmente como Antonio José que e teve morte instantânea no local, onde era possível ver massa encefálica espalhada pela rodovia, o mesmo era bonjardinense e residia na Rua das Flores no Alto dos Prachedes. Outro homem identificado apenas como "DIDI" que estava na garupa da motocicleta foi transferido para o hospital regional de Santa Inês e seu estado de Saúde é desconhecido.

Segundo informações repassadas por testemunhas a Policia Militar, as vitimas retornavam do Pov. Londrina, município de Gov. Newton Bello quando próximo a Bom Jardim uma Hilux de cor branca que trafegava no mesmo sentindo bateu na traseira do motociclista e passou por cima das vitimas. Os ocupantes da Hilux não prestaram socorro e fugiram do local pela rodovia em direção à cidade de Santa Inês.

Rádios comunitárias e livres lutam contra criminalização da atividade

Desde os anos 1970, as rádios sem fins lucrativos se multiplicaram pelo Brasil, seja como comunitárias, quando têm autorização para funcionamento, ou livres, termo que se refere àquelas que ocupam o espectro eletromagnético mesmo sem permissão legal. Desde sempre, a preocupação foi falar para públicos específicos, permitindo o debate e a discussão da cidadania.

Ainda hoje, quando o rádio para alguns se tornou coisa do passado, usar o transmissor para se comunicar é única opção para muitos grupos sociais. Para eles, é preciso valorizar a comunicação comunitária e livre, garantindo espaço e meios para que esses veículos possam multiplicar as vozes que circulam na mídia e produzir um conteúdo que, muitas vezes, não entra na agenda dos meios comerciais.

A batalha para manter os veículos de comunicação em atividade, entretanto, é dura. As organizações apontam que as rádios e os comunicadores têm sido criminalizados. Grupos que reúnem veículos de comunicação comunitária e livres, como a Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária (Abraço), apontam dificuldades para a obtenção da outorga e criticam as restrições impostas pela Lei 9.612/98, que regulamenta o serviço. A lei proíbe veiculação de publicidade e estabelece limite de potência de 25 watts e abrangência de 1 quilômetro para a emissora comunitária.

Na ultima terça-feira (20/01/2014) a Rádio Atrativa FM foi alvo de mais um mandato de busca e apreensão de seus equipamentos. Na operação foi apreendido dois Transmissores de FM, um que matinha a emissora no ar e um outro que servia como reserva caso houvesse algum problema com o transmissor principal, uma mesa de som Behringer Xenyx X1204 Usb Mixer Com Efeitos, e dois Microfones Condensadores MXL-990. Além dos equipamentos apreendidos, a emissora sofreu sanção de multa no valor de R$ 2.392,08 por suposta infração ao artigo 163 da lei nº 9.472/1997.  O responsável pela emissora, Josivan Rodrigues estava em viagem com sua esposa cuidando de problemas de saúde, por esse motivo não pode recepcionar os argentes.

Segundo Josivan Rodrigues, já foram varias tentativas de fechar a rádio ou lacrar equipamentos. O comunicador reclama da situação, pois considera que a rádio não causa interferências. “É uma rádio de baixa potência, não há dano. A gente sempre buscou transmitir em uma frequência que não era usada por outra rádio. Isso é, a gente ocupava o espaço que estava vazio no espectro e a gente fazia a nossa transmissão com transmissores originais e homologados pelo órgão responsável”, disse.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os registros de processos dos últimos cinco anos mostram que 30 entidades autorizadas como rádio comunitária foram penalizadas devido à potência e 198 devido ao uso não autorizado de radiofrequência. O número pode ser maior, se consideradas as livres, mas não há dados sistematizados que apontem quantas emissoras foram fechadas ou o total de equipamentos apreendidos. Também não há informação exata sobre o número de integrantes das associações responsáveis por esses veículos que acabou sendo processado por comunicar.

Segundo a organização Artigo 19, essa criminalização ocorre porque existem legislações que preveem sanções criminais para o exercício da radiodifusão. A organização também avalia que a situação decorre da política de fiscalização, que reprime a atividade, e do entendimento judicial de que contra ela devem ser aplicadas sanções criminais e não administrativas. “A criminalização da rádio comunitária acaba acontecendo porque o juiz considera que, na possibilidade eventual de causar algum dano a outros meios, é justificável atribuir uma pena criminal a esse comunicador”, avalia a advogada da organização, Karina Ferreira.

Na opinião de Karina, as leis que tratam do tema, como o Código Brasileiro de Telecomunicações, de 1962, estão defasadas e não se referem diretamente à prática da rádio comunitária, mas sim ao exercício clandestino da prática de telecomunicações. Por isso, na opinião dela, essas leis não deveriam ser tomadas como base de um processo penal contra as emissoras.

Clima fica quente em novo comercial de TV de “Cinquenta Tons de Cinza”

O roteiro do filme foi produzido por Kelly Marcel e, obviamente, se inspira totalmente no livro de El James, que é o primeiro de três e é um imenso sucesso no mundo todo. A história mostra a jovem e inexperiente Anastasia se relacionando com o empresário Christian Grey. Ele se mostra um homem sedutor, inteligente e dominador, o que faz com que ela se sinta atraída. Começa um namoro, mas tudo é feito dentro das regras estranhas de Grey. Conforme o relacionamento avança, Anastasia vai descobrindo o mundo bizarro e atormentado do rapaz. Tudo narrado com cenas quentes de sexo.

No elenco estão Dakota Johnson como Anastasia, Jamie Dorman no papel de Christian Grey, Jennifer Ehle, Rita Ora, Max Martini, Luke Grimes, entre outros. A direção é de Sam Taylor-Johnson.

No Brasil a estréia acontece em 12 de fevereiro de 2015 quando Christian e Anastasia estarão nos cinemas. Enquanto eles não chegam, veja aí este novo spot de TV cheio de ceninhas quentes. Assista:

Rádios Comunitárias se mobilizam para transmitir a posse de Flávio Dino

Rádio Atrativa FM 91,5 fará parte da rede que transmitira ao vivo a posse de Flávio Dino.
Diversas rádios comunitárias em todo o Maranhão se mobilizam para a cobertura da posse do governador eleito, Flávio Dino (PCdoB), marcada para às 15 horas da próxima quinta-feira, 1º de janeiro de 2015. A posse de Flávio Dino atrai a atenção das rádios comunitárias, que apostam na construção de uma política de comunicação democrática nesta nova gestão.

Em iniciativa inédita no Maranhão, rádios comunitárias pretendem transmitir ao vivo a cerimônia de posse do governador, atuando como protagonistas na difusão das notícias que envolvem a solenidade.

Para o coordenador-geral da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias no Maranhão (Abraço-MA), Luís Augusto da Silva Nascimento, esse momento é marcado de singularidades. A participação das rádios comunitárias na cobertura jornalística da cerimônia é na opinião dele o início da participação ativa das rádios comunitárias na construção de uma política de comunicação democrática.

“Este é um momento muito importante e positivo porque é a primeira vez no Maranhão que as rádios comunitárias têm a oportunidade de transmitir uma cerimônia como esta. Acreditamos que esta nova gestão mostrará que as rádios comunitárias podem ser protagonistas na política de comunicação”, afirmou.

Transmissão
Uma das rádios comunitárias que irá transmitir a posse de Flávio Dino é a Rádio Atrativa FM. Além da transmissão via rádio, a emissora vai disponibilizar o conteúdo em seu site www.radioatrativafm.com.

TJ nega pedido de reconsideração e Silvano Andrade permanece afastado do cargo

Guerreiro Junior mantem Silvano afastado do cargo
O vereador e presidente da Câmara Municipal de Bom Jardim, Dr. Silvano Andrade, continua afastado do cargo por decisão liminar assinada pelo Desembargador do Tribunal de Justiça (TJ-MA) Antonio Guerreiro Junior.
Silvano Andrade permanece afastado do cargo de vereador.
Silvano entrou com um pedido de reconsideração no Tribunal de Justiça para reverter a decisão, porem o desembargador decidiu, que por falta de argumentos no pedido, manter Silvano afastado do cargo. Uma outra decisão em 3ª instancia também foi negada em Brasília.

O vereador afastado deve agora aguardar o julgamento do acórdão do Tribunal de Justiça, que é a decisão do órgão colegiado de um tribunal.
Fonte: Bom Jardim MA

Relembre o caso clicando no titulo a seguir: TRIBUNAL DE JUSTIÇA AFASTA DR. SILVANO ANDRADE DO CARGO DE VEREADOR EM BOM JARDIM.

Lidiane Rocha retorna ao cargo de prefeita de Bom Jardim

Foto de 13/12/2012 Lidiane Rocha recebe diploma das mãos do juiz José Raul Goulart Jr
A prefeita do município de Bom Jardim Lidiane Rocha foi afastada do cargo na sexta-feira por decisão do juiz titular da comarca de Bom Jardim, Dr. Raul José Duarte Goulart Júnior que determinou o imediato afastamento pelo prazo de 180 dias, devido a denúncias de improbidade administrativa na sua gestão e descumprimento de ordens judiciais.

Na noite de domingo, em segunda instância, o Tribunal de Justiça do Maranhão suspendeu a decisão do juiz e determinou que a prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha, retorne de imediato às suas funções de chefe do Executivo Municipal. A decisão é da desembargadora Cleonice Silva Freire, presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão.

Durante o período de afastamento Bom Jardim foi comandado pela vice-prefeita Marinete Gralhada, que faz oposição juntamente com a minoria dos vereadores.

Clique no player abaixo e ouça o áudio da matéria veiculada no Jornal Central que vai ao ar de segunda a sexta de 12:00 às 12:30 na Rádio Atrativa FM e em mais de 120 rádios em todo o Maranhão.

Índios encerram protestos e liberam BR-316 em Bom Jardim

Foi liberado o trafego de veículos na BR-316 no município de Bom Jardim, no Maranhão, a rodovia ficou interditada por mais de 24 horas seguidas. Agora o trafego segue normal, mais ontem a rodovia ficou tumultuada logo após a liberação que só ocorreu depois das 18 horas, é que haviam bloqueios em dois pontos, na terra Indígena Pindaré e em uma das entradas de Santa Inês onde caminhoneiros insatisfeitos com a mobilização dos índios Guajajaras também fizeram um protesto, em Bom Jardim caminhoneiros protestaram ateando fogo em pneus no meio da BR, próximo a um posto de combustível na entrada da cidade.
Os índios queriam o arquivamento da PEC 215, uma proposta de emenda à constituição que tira da FUNAI a atribuição de demarcar terras indígenas e passa para o Congresso Nacional. Apesar da votação da PEC ter sido deixada para o ano que vem, os índios decidiram liberar a rodovia.

As manifestações começaram na terça-feira, os índios interditaram a rodovia durante todo o dia e liberaram a noite. Na tarde da quarta-feira voltaram a fechar novamente mantendo o bloqueio por mais de 24 horas seguidas.
Muitos motoristas tiveram que pegar desvios passando por Pindaré-Mirim onde pagavam entre 10 e 25 reais para atravessar o rio em uma balsa, seguindo na MA-216 passando por vários povoados até chagar a Bom Jardim. Muita gente teve a viagem atrasada!

Clique no player abaixo e ouça o áudio da matéria veiculada no Jornal Central que vai ao ar de segunda a sexta de 12:00 às 12:30 na Rádio Atrativa FM e em mais de 120 rádios em todo o Maranhão.

Curta a nossa pagina no Facebook! ✔Curtir!

 
© Rádio Atrativa FM - Bom Jardim - Maranhão - Brasil - Telefone: 98 99151-2740 / 3664-2775